Arquivo do blog

sábado, 4 de abril de 2015

CRIANÇAS AUTISTAS PROMOVEM ABRAÇO EM PRAÇA DE CAMPINA GRANDE/PB.

Abraço marca Dia Mundial de Conscientização do Autismo.
Praça da Bandeira foi o palco da ação social.

Um abraço coletivo na Praça da Bandeira marcou o Dia Mundial de Conscientização do Autismo em Campina Grande, nesta quinta-feira (2). Crianças, pais e responsáveis, além de colaboradores que auxiliam no desenvolvimento psicossocial e cognitivo dos jovens, participaram do ato público no Centro da cidade. A data é lembrada em todo o mundo, com objetivo de conscientizar as pessoas da necessidade de tratamento para crianças autistas e importância do respeito e inserção delas na sociedade.
 
Durante a tarde, foi realizada uma panfletagem na praça, distribuindo informes sobre o que é o autismo, quais as principais características de uma criança autista, como identificar essas características e o que fazer para procurar atendimento específico.
 
Segundo a presidente de uma associação que atualmente auxilia cinco crianças autistas em Campina Grande Vânia Pinheiro, o estímulo proporcionado pelo tratamento multidisciplinar individualizado mostra eficácia no desenvolvimento das crianças.

"São avanços significativos, com o tratamento os pais vêem os resultados, crianças que não atendiam a comandos e hoje se comunicam, não olhavam no olho, os pais percebem essa mudança. O desenvolvimento é individualizado e multidisciplinar. Elas são estimuladas nas áreas que tem comprometimento, a fala, a imaginação, a sociabilização... A gente oferece trabalho com a parte motora, natação, sensorial, parte cognitiva e desenvolvimento psiquico dela. Também atividades para deixar ela o mais independente possível, se alimentar, usar banheiro, escovar os dentes, coisas que alguns não conseguem. Tudo é trabalhado passo a passo na instituição", explica Vânia Pinheiro.

Crianças carentes
A perspectiva da organização é que um projeto de lei já aprovado na Câmara Municipal de Vereadores de Campina Grande, a ser sancionado pelo prefeito Romero Rodrigues, possibilite o acesso das crianças carentes ao tratamento. "Temos um projeto social que será implantado no turno da manhã, para inserir crianças carentes. A partir de quando for sancionado pelo prefeito, fazemos o atendimento. Já temos 30 crianças carentes cadastradas e o custo é de quase R$ 3 mil por criança. Assim que começarmos, vamos oferecer o trabalho às primeiras dessa lista de espera e ampliando aos poucos", explica.

Mês azul
Além dessa ações, alguns prédios e outros espaços públicos de Campina Grande receberão iluminação na cor azul, que representa a luta pela conscientização da causa autista. Segundo a prefeitura, alguns destes locais serão o Viaduto Elpídio de Almeida, Parque da Criança e Hospital Municipal da Criança e do Adolescente Bezerra de Carvalho.




POSTADO POR: Ranieri Botêlho e FOCOPB
FONTE: Jornal da Paraíba