domingo, 22 de abril de 2012

Torcida interrompe jogo e exige que jogadores do Genoa tirem a camisa.


Revoltados com goleada de 4 a 0 para o Siena, ‘tifosi’ da equipe de Gênova acusam tumulto nas arquibancadas do estádio Luigi Ferraris

Genova, Itália

O duelo entre Genoa e Siena, neste domingo, pela 34ª rodada do Campeonato Italiano, foi interrompido por mais de 30 minutos devido a tumultos nas arquibancadas do estádio Luigi Ferraris, em Gênova.
Revoltados com a má fase da equipe que briga contra o rebaixamento e com a derrota parcial de 4 a 0 para o Siena, organizadas do Genoa começaram a atirar bombas e fogos do artifício nas arquibancadas e no gramado, provocando uma nuvem de fumaça que interrompeu o confronto aos sete minutos do segundo tempo.
Rossi, capitão do time anfitrião, e o goleiro Frey tentaram acalmar os torcedores, sem sucesso num primeiro momento. Para piorar, os “tifosi” ameaçaram invadir o campo e ainda exigiram que os jogadores tirassem as camisas, o que foi prontamente atendido por alguns atletas.
Depois de mais de 30 minutos de conversas, os torcedores acalmaram e a partida foi reiniciada.







POSTADO POR RANIERI/G1.