Arquivo do blog

domingo, 17 de maio de 2015

COMPOSTO ÁCIDO COM GÁS DE PIMENTA FOI JOGADO NOS ATLETAS DO RIVER PLATE.

Perícia: River não foi atingido por gás de pimenta, mas por composto ácido
 
Boca e River se enfrentaram pela Libertadores
 

Exames toxicológicos mostram que não se tratava de gás de pimenta. Substância atirada é conhecida como 'mostacero', muito mais perigosa, de fabricação caseira e que provoca lesões na pele e olho 
 
Autoridades argentinas que fizeram a perícia na Bombonera concluíram que o composto atirado em direção aos jogadores do River Plate tem estrago muito maior do que gás de pimenta. De acordo com exames toxicológicos realizados na sexta-feira, um dia depois do clássico suspenso contra o Boca Juniors na Bombonera, foi lançada um composto químico conhecido na Argentina como "mostacero", que contém ácido, pimenta picante e pimenta caiena.

O composto com ácido e pimenta, de cor alaranjada, foi o que causou lesões na pele e nos olhos de três jogadores do River, apresenta o exame feito pela polícia local.

A constatação de que se trata de um composto de fabricação caseira complica a defesa do Boca Juniors, pois a principal tese do clube é de que o gás teria sido atirado por policiais.

Manchas alaranjadas foram encontradas nas paredes do túnel que ligava o vestiário ao campo. A Conmebol deu prazo até o início da tarde deste sábado para o Boca se defender.

A Justiça argentina procura o responsável por lançar o spray. A pessoa ainda não foi identificada, mas sabe-se que se trata de integrante da torcida organizada La Doce. O torcedor teria planejado o ataque por motivação política.

O clube pode ser punido com base no artigo 23 do regulamento disciplinar da Conmebol, que estabelece punição ao clube que não reprimir a violência e que cuja ação causou graves prejuízos ao rival. Caso o Boca Juniors seja penalizado neste artigo, o River sairá vencedor da partida por 3 a 0 e enfrentará o Cruzeiro nas quartas.






POSTADO POR: RANIERI
FONTE: UOL ESPORTES