sábado, 14 de novembro de 2015

VALE DOA 240 MIL LITROS DE ÁGUA COM QUEROSENE PARA A POPULAÇÃO CONSUMIR.

Prefeitura de Valadares descartou 240 mil litros de água da Vale com querosene.

Vale reconheceu que os 4 primeiros vagões foram enviados por equívoco. Relações institucionais havia dito que tinha disponibilizado 500 mil litros.

A Prefeitura de Governador Valadares (MG) informou, no fim da tarde desta sexta-feira (13), que precisou descartar todos os 240 mil litros de água entregues pela Vale para serem distribuídos aos moradores da cidade. Segundo a administração, o primeiro carregamento chegou com alto teor de querosene.

A água seria distribuída entre os moradores da cidade, que estão sem abstecimento por causa da enxurrada de lama que atingiu o Rio Doce. Os rejeitos chegaram até a cidade pelo rio, após o rompimento de duas barragens da mineradora Samarco, que pertence a Vale e a anglo-australiana BHP Billiton, em Mariana (MG).

Em coletiva realizada mais cedo, o responsável pelas Relações Institucionais da Vale, Henrique Lobo, afirmou que a empresa tinha entregue 500 mil litros de água mineral para o município. Porém, segundo a assessoria de comunicação da prefeitura, apenas quatro vagões com capacidade para 60 mil litros cada um foram entregues – totalizando 240 mil litros.

Querosene

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) fez a análise do carregamento entregue e constatou o alto teor de querosene.

Em nota, a prefeitura disse que a própria Vale, por meio de Henrique Lobo, "admitiu que os quatro primeiros vagões foram enviados por equívoco, e que novos quatro vagões chegam ainda esta noite".

Ainda segundo a prefeitura, o município precisa de 15 milhões de litros de água por dia para que cada família possa usar 50 litros.

A Samarco reconhece que a quantidade entregue é insuficiente, mas garante que já tem alternativas para chegar à captação de 4 milhões de litros por dia. Em seguida, buscará maneiras de alcançar os 15 milhões de litros diários.




POSTADO POR: RANIERI BOTELHO
FONTE: G1