quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Por falta de dinheiro prefeita de cidade da Paraíba ameaça encerrar ano letivo mais cedo.

Prefeita de Pilar pretende demitir funcionários da Educação e encerrar ano letivo em novembro.

A prefeita de Pilar, Virgínia Veloso, disse que está aguardando receber do Ministério da Educação recursos para amenizar a crise em que se encontra o município. Se não receber o recurso esperado, a prefeita pretende demitir 192 funcionários da educação e encerrar o ano letivo em novembro. “Nunca atrasei um mês de salário, mas de uns meses para cá, a Previdência pega todo nosso FPM e já devo salários há dois meses”, disse Virgínia. “É uma situação trágica e muito preocupante”, desabafou.

A prefeita também anunciou que vai devolver todo maquinário recebido da União, já que agora sequer tem dinheiro para encher os tanques de combustíveis.

Além disso, também encerrou o Programa Saúde da Família (PSF)

Como grande parte das prefeituras brasileiras, Pilar depende dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Com a crise econômica no Brasil, e também com o impacto seu valor, mas as dívidas dos municípios só aumentaram.


POSTADO POR: RANIERI BOTELHO
FONTE: TRIBUNA DO VALE